Por que a beleza importa?

Como visto no post anterior, o último CD da Carol Saboya se chama, muito apropriadamente, BelezasOra, qual é a importância da beleza para nós, humanos? Esta semana, li um artigo sobre a arquitetura do nosso Oscar Niemeyer, muito profundo, que nos leva a pensar sobre muitas coisas. Olhem só estes trechos:

A beleza está no vértice da realidade. (…) Ela encerra a relação de conveniência, ou de sintonia, entre uma propriedade universal do ser e a inteligência que a contempla. (…)

O impacto sensorial causado pelas coisas verdadeiramente belas, às quais ninguém é indiferente, não implica que a beleza não possua razões. Ao contrário, onde não há inteligência não pode haver beleza em sentido próprio. (…) A beleza existe para conduzir as criaturas inteligentes ao êxtase, à pletora de amor. (…)

Daqui:  Niemeyer e o êxtase de Narciso

Realmente, para apreciarmos devidamente a beleza, é necessário um aprendizado! E isso significa: precisamos sempre ter alguém que nos conduza – um professor, um mentor, um mestre… Quem foi, ou é, seu(s) mentor(es) na educação da sensibilidade estética? Qual é a importância, por exemplo, de um pintor tão extraordinário quanto Henri Matisse, ou de um músico como Tom Jobim?

509

513

503

Pra não dizer que não falei das flores…

Quero divulgar aqui a MELHOR descoberta musical que fiz este ano: a cantora brasileira Carol Saboya! Filha do grande pianista e compositor Antonio Adolfo, ela é infelizmente muito pouco conhecida, apesar de já ter lançado 10 cd’s…  😦

Ouçam só esta faixa de seu último CD, Belezas:

“Anima” – Milton Nascimento e Zé Renato

Ou, ainda, a deliciosa Sa Marina, ao vivo!

 

CarolSaboya

 

Um vídeo que recebi: “O casamento homossexual é prejudicial à sociedade?”

Em relação ao assunto do post anterior, recebi de um amigo a indicação do vídeo abaixo, (3’50”), em que se discute a questão: “O casamento homossexual é prejudicial à sociedade como um todo?”

Três frases apresentadas nesse vídeo chamaram a minha atenção:

A dificuldade aqui… é que as pessoas precisam ver as consequencias de suas ideias, a longo prazo.

Há duas possíveis respostas à pergunta ‘O que é o casamento?’

a) Ou ele é uma coisa específica;

b) Ou não se trata de uma coisa específica, isto é, pode ser tudo e qualquer coisa que alguém queira.

Uma vez que legalmente dissermos que não há distinção entre um casal heterossexual e um casal homossexual, porque podemos definir casamento da maneira que quisermos, então o céu se torna o limite… e o governo irá IMPOR isso.

Sem dúvida, essa é uma das GRANDES questões do nosso tempo.

Vídeo: www.youtube.com/watch?v=iHYxcLupbgk